Buscar
  • Marcelo Camargo

O que é treino de qualidade?

Por Marcelo Camargo


É muito interessante ouvir algumas definições e conceitos que não vemos na faculdade. Interessante também tentar interpretar essas definições usuais. Imagino que, certos termos provém do uso coloquial, do dia a dia, do dito popular. Ele se multiplicam, abrem caminho e acabam tornando-se uma verdade.

#sqn


Disse o corredor:

“Hoje foi bom, fiz ‘treino de qualidade", 15 ‘tiros’ de 400 m, estou na fase de ‘polimento’!”

Comentou o treinador acadêmico (eu):

“Hã?”


Tentarei entender:

Tiros = Estímulos;

Polimento = Período específico;

Treino de qualidade = ???


Já que foi fracionado, deve ser treino intervalado.

Mas e os outros treinos, não são de qualidade?

Fazer um treino longo bem controlado também é treino de qualidade!


O termo “qualidade” geralmente é empregado para significar excelência e talvez venha daí a descrição para o treino intervalado, porém, qualquer treino feito aleatoriamente, ao “Deus dará”, também terá qualidade!

Uma qualidade ruim, o que não deixa de ser um critério para qualidade.


Dia de treino intervalado:

O corredor vai a pista, inicia um aquecimento e começa a sessões de “tiros”, 15 x 400 m. Realiza o primeiro e perfeito – 1:15, um tempaço!!

A cada “tiro” o tempo vai ficando cada vez maior.

Após o 10º a marca já cai para 1:35.

Nos dois últimos, o corredor finaliza exausto com um tempo bem maior do que aquele que iniciou : 1:43.

Qualidade do treino: nenhuma!


É curioso perceber como um praticante de musculação vai a academia, pega seu programa de treinos já planejado previamente, executa os exercícios um a um, na ordem, com a carga exata, número de séries e repetições contados, tempo de pausa entre uma série e outra cronometrada, mas na hora do treino de corrida isso é feito sem nenhum rigor.

Assim, como o treino de musculação é controlado sistematicamente, o de corrida também deveria ser.


Para saber se um treino teve qualidade(boa ou ruim), novamente insisto em citar os componentes da carga do treinamento, sem eles não existe qualidade, não existe controle de treino, não existe previsão de rendimento para as provas.

Foi-se a época do só empirismo.

A maioria deseja bons resultados nas provas, então precisamos de controle nos treinos.

Entretanto, tudo bem se não deseja resultado algum nas provas, mas por favor não marque o tempo ao final para conferir se foi bom ou ruim e ficar frustrado caso tenha sido ruim.

Exemplo:

Método Intervalado

Séries 3

Repetições 5

Total 3 x 15

Distância 400 m

Duração 1:24

Pausa 1:24

Na corrida os componentes de carga controlados são :

Volume (distância);

Intensidade (velocidade/ritmo);

Duração (tempo);

Densidade(relação estímulo/pausa);

Freqüência (sessões na semana)


Analisando essa sessão de treino acima, já verificamos os componentes da carga.


- Volume do estímulo: 400 m

- Volume total do treino: 15 x 400 m = 6.000 m

(se somar a distância percorrida nas pausas teremos um volume maior)

- Intensidade: 17,1km/h ou 3:30/km

- Duração do estímulo: 1:24

- Duração da pausa: 1:24

- Duração total do treino: 40:36

- Densidade: 1:1, ou seja, correu 1:24, recuperou 1:24

- Freqüência: 1 vez/semana


Agora sim, ficou um treino de qualidade. E dos bons! Tudo controlado.

E o que é melhor, posso fazer todo esse controle, em todos os métodos de treinos e a partir de agora dizer que todos são treinos de qualidade.


Vamos fazer um longão de qualidade?

Volume: 30km; Intensidade: 5:00”/km;

Duração: 2h30min; Freqüência: 1 vez na semana.


"Controle do treino é igual a qualidade do treino".



Você tem alguma dúvida sobre treinamento ou quer a opinião do Marcelo?

Entre em CONTATO


Pratico corrida de rua há 17 anos, mas somente em 2017 entrei para a assessoria.

Eu acredito que o maior ganho que tive nem são os meus RPs, que até são modestos. O maior benefício foi derrubar diversos mitos da corrida de rua. Correr é diferente de treinar. A prova é o resultado do treinamento. Quer melhorar na corrida, treine.

É notável a capacidade do Marcelo em conhecer seus corredores ao longo do processo de treinamento. Somente um profissional com tamanha experiência pode usar isso na individualização do treinamento. Além de treinar, na assessoria ganhei diversos amigos. Gente que torce pelo seu sucesso. Critica, incentiva e apoia. Sigo treinando, entendo as limitações, mas treinando!"


André Cabral - Macaé/RJ

Engenheiro Civil e Corredor MCT desde Outubro/2017

www.instagram.com/andrecabral_oficial/?hl=pt-br

120 visualizações

© 2016 por MARCELO CAMARGO TREINAMENTO